quarta-feira, 21 de abril de 2010

GILSON FAUSTINO MAIA - MENINA

                                                                            

                                                                                
Menina, menina,
És rosa em botão.
Menina, menina
Do meu coração.


Menina, menina,
Tu és linda flor.
Menina, menina,
Tu és meu amor.


- Sou flor em botão.
Quem é que me quer?
- O meu coração,
Menina – mulher.

                                          Gilson Faustino Maia
                                               Petrópolis - RJ

5 comentários:

Graça Pereira disse...

Quase uma cantilena...mas um cantilena de amor. Simples mas bonira-
.Bj
Graça

maria olimpia alves de melo disse...

Simples, o poema. Mas gostoso de ler. Tem rítmo e harmonia e foi muito bem editado.

Mel Redi disse...

LINNNNDO!! Bj Mel

Maria Emilia Xavier disse...

Gilson que poesia delicada. Que inspiração linda e com uma criatividade perfeita para desenvolver um tema tão especial...O AMOR. Meu amigo...Meu grande amigo, como é maravilha ter suas obras pertinho de mim, para toda vez que quiser presentear meus olhos vir por aqui e ler você.

Gilson Faustino Maia disse...

Agradeço de coração o carinho de vocês. É o alimento da minha caminhada, o incentivo ao meu trabalho. Meu abraço.