domingo, 25 de abril de 2010

J.G.COSTA - PARA TODOS OS TIPOS DE SAUDADE

                                                                           
Existem diversas formas de saudade e todas elas geralmente doem!
Se for do amor que ainda é seu, tem que buscá-lo,
se for do amor que se foi, tem que reconsquistá-lo;
Se for de um amigo que está longe, tem que buscá-lo,
se for de um amigo já não tão amigo, tem que reconquistá-lo;
Se for de um parente que está longe, tem que buscá-lo,
se for de um parente não muito querido, tem que reconquistá-lo;
Se for de alguém que está longe, seja quem for, tem que buscá-lo,
se for de alguém que já se foi, tem que relembrá-lo em seu coração!
Saudade existe porque um dia existiu amor!
Então não se preocupe, pois o amor muitas vezes é para sempre!

J.G.Costa
Itatiba/SP

5 comentários:

Cacá disse...

Quem cosntrói uma história de vida, que não está por aqui apenas de passagem não escapa de jeito nehum de uma saudade. Mais cedo ou mais tarde. Que poema mais belo! Abração, minha amiga. Paz e bem.

Chica disse...

Maravilhosa poesia do J.G.Costa!Essa danada da saudade sempre aparece...beijos,chica

maria olimpia alves de melo disse...

É verdade.Se sentimos saudades de alguém é porque um dia houve entre nós um sentimento maior - urge buscá-lo mesmo que dentro de si próprio. Um poema muito bonito.

Maria Emilia Xavier disse...

Como eu gosto deste Poema, desde a primeira vez que o li ele me encantou.Poder postá-lo aqui foi muito lindo.Parabéns amigo.

JoeFather disse...

Olá!

Esse poema nasceu da verdade que todos dentro dentro de nós: sobra-nos amor, resta-nos saudades!

Grato pela publicação amiga!