sexta-feira, 23 de abril de 2010

JOSÉ CLÁUDIO - AURORA (1) ...

                        “Alvorada lá no morro, que beleza
          Ninguém chora, não há tristeza
Ninguém sente dissabor.
O sol colorindo é tão lindo, é tão lindo
E a natureza sorrindo, tingindo, tingindo
(a alvorada)”...
Cartola


Bom dia! O amanhecer é lindo, sim. Aqui e em qualquer lugar. Exceto quando a afobação nem nos permite percebê-lo. Hoje, mesmo quando não tenho absolutamente nada para fazer durante todo o dia, o que não é raro, me levanto ainda antes das últimas voltinhas da terra perante o sol, quando ela está prestes a descortiná-lo e assim dá gosto.


Acostumado ao batente desde muito jovem, fui cedo forçado a conviver com a mudança que se opera quando termina a escuridão da noite e irrompe aquele claro sem medida.


Lindo nem sempre, se o olharmos com os olhos das obrigações e preocupações com as lidas da vida, mas lindo pelo acesso soberbo e indiferente a tudo. Para mim é como presenciar ao vivo em com todas as cores, uma mudança de estação. Não me satisfaz abrir os olhos e ver pela janela do quarto que o dia já é dia sem ter admirado como testemunha o seu nascimento. Gosto de começar junto com ele. Observando o branqueamento infalível da noite vencida sem necessidade de luta ou qualquer outra contestação da natureza. Estrelas e lua sendo tragadas, num deslize do tempo, pela imensidão da aurora. Ainda mais quando ela vem aparecendo dominadora e imponente com aquele gigantesco sol dourado atrás de uma montanha. Bom dia!

                                          José Claúdio
                               Belo Horizonte/MG

4 comentários:

Chica disse...

Lindo e Zé Claudio sempre nos encantando com seus textos, crônica e tudo que faz! beijos,tudo de bom,chica

Cacá disse...

Minha doce amiga! Eu adorei a iniciativa. Estava tão absorto com as coisas do meu livro (parecendo mesmo um bebê) que acabei ficando em falta com você.
Mil beijos e obrigado! Paz e bem.

Mel Redi disse...

LINNNNDO! LINNNNDO! Bj da Mel

Maria Emilia Xavier disse...

Descobri, como você alimenta essa inspiração e criatividade maiúsculas que possuis...É essa maneira carinhosa de se tratar, de gostar de você, como essa Aurora maravilha que você se dá de presente logo, logo depois do Pai terminar de criá-la para nós. Obrigada por estar por aqui.Adoro abrir o Blog e encontrar vocês meus amigos - alguns já postando e outros comentando.