sexta-feira, 4 de junho de 2010

FRAGMENTOS DE DOR - JORGE SOARES

          
                                     A dor que sinto no peito...
                  Você me presenteou.
                                    A descrença no amor...
                 Também culpada és.
                                    O homem sem amor à vida...
                  Fruto de tua criação.

                                    E eu só lhe dei amor,
                       que você aceitou e usou.
                                    E em troca me devolveu
                            tantos fragmentos de dor...


Jorge Soares
Além Paraíba/MG

3 comentários:

Chica disse...

Sempre boas escolhas aqui.Linda poesia do Jorge!beijos,tudo de bom,chica

HEIDY MULHER QUE AMA disse...

Que maravilha ler-te!!!!!
Sua poesia tocou lá no fundo de meu peito sabia??????
Ameiiiiiiiiiiiii
Bjssssssssssssssssss

Michelle Crístal disse...

Nestes momentos de fragmentos, eu lembro de Caio Fernando de Abreu, vem uma descrença..." Então rogo a Deus e pergunto se foi para fazer porque é que o Senhor desfez!?"
Grata pela visita,são vozes no vento!