sexta-feira, 4 de junho de 2010

FRAGMENTOS DE DOR - JORGE SOARES

          
                                     A dor que sinto no peito...
                  Você me presenteou.
                                    A descrença no amor...
                 Também culpada és.
                                    O homem sem amor à vida...
                  Fruto de tua criação.

                                    E eu só lhe dei amor,
                       que você aceitou e usou.
                                    E em troca me devolveu
                            tantos fragmentos de dor...


Jorge Soares
Além Paraíba/MG

3 comentários:

Chica disse...

Sempre boas escolhas aqui.Linda poesia do Jorge!beijos,tudo de bom,chica

HEIDY MULHER QUE AMA disse...

Que maravilha ler-te!!!!!
Sua poesia tocou lá no fundo de meu peito sabia??????
Ameiiiiiiiiiiiii
Bjssssssssssssssssss

Anônimo disse...

Nestes momentos de fragmentos, eu lembro de Caio Fernando de Abreu, vem uma descrença..." Então rogo a Deus e pergunto se foi para fazer porque é que o Senhor desfez!?"
Grata pela visita,são vozes no vento!