segunda-feira, 31 de maio de 2010

CLARA DE OLIVEIRA ADÃO - MUDANÇAS

                                                                              
                     Desde pequena eu vivo mudando,
de cidade, de jeito, de estado, de forma.
Com 4 anos, de Mariana mudei para Belo Horizonte.
Aos 4 anos, depois da separação
de meus pais, mudei para Piumhi.
Com 5 anos fui de Piumhi para Itirapuã.
Com 6 anos eu era uma criancinha.
Com 7 anos mudei para Abaeté.
Com 9 anos voltei para Piumhi.
Com 10 anos já não sou mais criança,
sou pré-adolescente.
Na 5ª série já não sou mais boba.
Mas no mundo sou uma poeirinha

                                         Clara de Oliveira Adão
                                                                              (03/2008)


    Publicado no: www.Uaimundo.blogstpot.com

3 comentários:

gorettiguerreira disse...

Isso é um abuso contra a inocência e a vida mexida de uma criança.
Um texto que comove e comprova como a vida as vezes pode ser dura com alguns.
Bjs Goretti

Chica disse...

Maravilha de poesia!Tocante!beijos,linda semana!chica

Ivana Marisa Altafin disse...

QUE POEMA MAIS LINDO, PARABÉNS CLARA!!!

As mudanças externas nos fortalecem e nos fazem pessoas mais preparadas para vida. Você pode pensar que é uma poeirinha, mas o tempo vai lhe mostrar sua real importância. Um abraço, menina linda!