segunda-feira, 14 de junho de 2010


                           
Santa Teresa do Menino Jesus (1873-1897), carmelita, Doutora da Igreja.
Poemas «Viver de amor» e «Por que te amo, Maria» (trad. a partir de OC, Cerf DDB 1996, p. 668)





«Dá-lhe também a capa»


Viver do Amor é dar sem olhar
Sem neste mundo exigir um salário.
Ah! Eu dou sem contar,
pois sei que quem ama é perdulário!
Ao Coração Divino, que transborda ternura,
Dei tudo. [...] Corro os meus dias ligeira, sem dor nem fraqueza
Nada mais tendo que esta minha riqueza:
Viver do Amor.

Viver do Amor é banir o temor,
Riscando a lembrança dos erros passados.
De meus pecados não vejo nem cor,
Com amor inflamante foram perdoados!
Ó doce fornalha, ó divina chama,
Morada que elejo com todo o fulgor,
Canto em teu fogo, e sou eu quem clama (cf Dn 3, 51):
«Vivo de Amor!» [...]

«Viver do Amor, que estranha loucura!»
O mundo me diz «Cessai de cantar!»
«Que os perfumes e a vida futura
«Com utilidade os deveis empregar!»
Amar-Te, Jesus, se é perda, é ganho fecundo!
Para sempre são Teus meus perfumes, Senhor,
Quero cantar ao deixar este mundo:
«Morro de Amor !»

Amar é dar tudo e dar-se a si mesmo.

Santa Teresa do Menino Jesus
(1873-1897)

6 comentários:

Anne Lieri disse...

Emilia,que maravilhoso ter o dom de amar assim!Um grande ensinamento nessa bela poesia!Bjs,

Chica disse...

Muito linda poesia e dá uma linda reflexão!beijos,linda semana,chica

maria olimpia alves de melo disse...

Se eu pudesse leria todas as suas postagens de olhos fechados. Hoje li todas as últimas que não havia ainda lido, com a sonorização. Está tudo muito bonito, um dia ainda farei um blog, gostoso assim como o seu.

Mara Bombo disse...

Querida Emília, sei que estou em “falta” com você, e vou colocar a culpa no tempo rsssss, casa, trabalho, filha, marido e um montão de Blogs para “administrar. Mas hoje decidi e vou me dar o direito de somente visitar os meus amigos, e uma delas é você. Hoje percebi quanto eu perdi, por falta de tempo, de apreciar seus poemas, suas crônicas...o quanto aprendi e aprendo com seus textos descompromissados e verdadeiros, seu incentivo e carinho para com todos que virtualmente “apareceram” na sua telinha.
Tenho uma grande admiração e respeito por você, e como não poderia deixar de ser, “revirei” o seu Blog, li e reli vários textos de “cabo a rabo” (minha nona que dizia isso), me encantei, me emocionei e estou levando comigo, algumas dessas maravilhas, para visitar os Blogs que tenho a honra de “administrar”.
Um grande beijo, esteja com Deus sempre.
Mara Bombo

gorettiguerreira disse...

Amor terreno, Amor divino.
Ah o Amor sempre nos veste do mais verde esmeralda, e nos salpica dom estrelas do Céu.
Magnífico poema oração de Amor amiga.
Beijos de luz com cheirinhoo de Gollllllllll1
Goretti

Mel Redi disse...

MARAVILHOSA POESIA! Bj da Mel