sábado, 14 de agosto de 2010

É ESSE AMOR QUE ME ABSOLVE...

Amor  sonho
multifacetado em fortes cores
que faz colorir minhas faces
como se caleidoscópio  fossem...
Amor carinho,
que esquenta meu coração,
que de minha vida faz um enorme remoinho
e em loucura, completamente
sem siso, me entrego...
Amor forte e louco,
sem pecado para mim,
pois quando juntos estamos
 me leva num instante da terra ao céu,
num gozo eternal...
Amor de fases,
que usa da coragem
e se  expõe à vida,
mostrando - se por inteiro...
Doa a quem doer...

É esse amor, que ao me fazer pecar...
Me absolve...

                                                 Maria Emília Xavier

5 comentários:

Tania regina Contreiras disse...

...e o amor liberta, redime sempre, não é verdade?
Beijos,
Tânia

Eduardo Medeiros disse...

Querida, belo poema.

Quem ama, jamais peca.

beijinhos

Chica disse...

Um amor maravilhoso e forte!beijos,lindo fds,chica

Ivana disse...

Que intenso...deixa a gente sem ar. Amar é bom demais! Poema transparente e repleto de amor. Um abraço e um ótimo final de semana!

Anônimo disse...

Lindo seu poema, realmente o amor é como símbalo: tudo sofre,tudo cre tudo espera e tudo suporta por isto o maior de todas as virtudes é o Amor. É o amor que absolve mesmo todos nós.
Parabens amiga que Deus cada dia lhe ilumine.

Sonia