sexta-feira, 3 de setembro de 2010

ACEITO...

Eu não atino
quando desatino.
Só quando desatino
é que atino.
Aí o que acontece
e sempre acontece
é de tudo que acontece
eu nem perceber que acontece...
Então, faço exatamente
aquilo que ,exatamente,
feito não deve ser...
..................................
aceito você de volta.

Maria Emilia Xavier

3 comentários:

Chica disse...

Muito lindo!

Bela poesia!

beijos,lindo fds,chica

Eduardo Medeiros disse...

Maria, um bom domingo e um bom feriado para vocês. E a poesia é linda mesmo.

abraços

Ivana disse...

Boa noite Maria Emília,

O que vale nessa vida é ser feliz. E como diz essa linda música do Benito de Paula: gosto de você e que se dane o mundo!!!rss

Um grande abraço!