sexta-feira, 22 de outubro de 2010

JOSÉ CLÁUDIO ADÃO - TÁ CERTO, MESTRE.


Tá certo,seuRubem,“da tristeza é que brota a poesia”*
Onde então, meu mestre, enfio eu a minha alegria
quando, incontida, me invadir o peito?
Numa prosa desvairada, num canto de euforia?

Eu faço uns versos com tristeza, isso eu faço sim
Mas também tem momentos que o que me contagia
É um desafogo, uma mania fora de contexto
não me resta outra saída, enfim

Descarrego então, com júbilo, sem pretexto
de ensinar ou dividir, é apenas sentimento
E vai saindo um ou outro excerto
dos confins de meu pensamento.

Deixo ao sabor do vento,
que sopra dos olhos de quem lê
E concedo a quem acredita e a quem não crê
a prerrogativa do depoimento.

José Cláudio Adão
Belo Horizonte/MG


* Rubem Alves , no livro A Pedagogia dos Caracóis.



2 comentários:

Mgomes - Santa Cruz disse...

Maria; muito lindo parabéns a jose claudio e a ti tambem pela linda e optima escolha.
Beijos
Santa Cruz

Eduardo Medeiros disse...

"Escravo da alegria", esse verso da música do Toquinho é demais. O poema, também. Beijos