terça-feira, 12 de abril de 2011

JANELAS DO MUNDO

Meus olhos..
 janelas que de outras janelas,
 fora de mim, a vida me mostram
  nos retalhos que recortam desse mundo,
que vive a girar em volta de mim.

Meus olhos...
janelas coladas em mim,
que alimentam minha memória
traduzindo o que vejo.

Meus olhos...
que dentro de mim esculpem:
às vezes um ser melancólico e triste...
às vezes um ser alegre e safadinho...
às vezes um ser responsável e chato...
Mas sempre... a mutante que vibra em mim.

Maria Emília Xavier


A amiga Ju Rigoni deixou um presente para nós - um pedacinho do seu Dom. Vale conferir : http://jurigoni.blogspot.com/

Quão tagarelas são os olhos
ora janelas
ora espelhos
a refletir nossas luas...
Ju Rigoni

12 comentários:

Shirley disse...

Através dos olhos percebemos o mundo material.Por essas janelas, ao mesmo tempo que damos entrada a muitas sensações, também nos desnudamos ao deixarmos escapar nossos sentimentos. Muito bom, Maria Emília. Beijo.

✿ chica disse...

Lindo!!! Os olhos nos mostram bem e deixam ver tudo.Captam e mostram!!! Lindo! beijos,chica

Leonel disse...

In your eyes...todo um universo de nuances e facetas da sua personalidade...
Um enigma a ser decifrado...
Tesouros escondidos...
Abraços!

ju rigoni disse...

Belo poema, querida!
Nossos olhos nem sempre estão em acordo com os gestos, ou com as palavras que saem da boca.

Quão tagarelas são os olhos
ora janelas
ora espelhos
a refletir nossas luas...


Bom voltar aqui para “te ler” e deixar meu beijo e meu abraço. Boa semana para você, amiga. Inté!

Andre Mansim disse...

Ainda bem que meus olhos podem ler coisas assim de tão bom gosto e sutileza!!!

Paulo Medeiros disse...

Olá Maria. Muito obrigado pela visita e pelas palavras... e quanto aos olhos, ah, quantas vezes esses safados me trairam... rsrsrs
Beijos!!

Graça Pereira disse...

Maria Emilia
Belissimo o teu poema que me faz lembrar outro" Quando o coração está triste, logo os olhos dão sinais".
São o espelho da alma, sem dúvida.
Deixei um comentário para ti, no zambeziana, com todo o meu carinho.
Beijos
Graça

Amapola disse...

Bom dia, querida amiga Maria.

Lindo... Os olhos parecem as portas da alma. O olhar nos revela, e faz revelar.

Um grande abraço.
Muito obrigada pela sua gentileza e carinho.

Felicidades, e paz!

Anne Lieri disse...

Emilia,nada como ser mutante!Ter sempre a certeza de tudo deve ser muito chato!Ficou maravilhosa sua poesia!Eu adoro!Bjs,

Misturação - Ana Karla disse...

Li você(rs), no blog de Norma hoje e me encantei com a poesia.
Talvez por ter me identificado.
Belo blog.
Parabéns.

Xeros

Claúdia Luz disse...

Boa noite !!

A unica verdade estar nos olhos!! Não dar para disfarçar .

Uma linda noite !!

As vaias nos festivais eram terríveis !! Ficaram marcadas na minha memoriais

JGCosta disse...

De fato se quer conhecer alguém o faça através de seus olhos!

Abraços renovados!