domingo, 21 de agosto de 2011

ILUSÃO


Reading de Marek Langowski
Ilusão...
Tu és para muitos
O alimento diário
Que os faz continuar
Pela vida a caminhar...
Ilusão...
Que só descobrimos
Que és tu,
Dizendo presente
Em nossa vida, 
Após total desalinho
Dos desejos...Dos sonhos...
Ilusão...
Porque não ficas
Para sempre?
Porque se retira
Exatamente quando
Achamos que
Os desejos, os sonhos,
Enfim acontecerão?...
Ilusão...
Menina má...
Que faz de nossos desejos
Sonhos inalcançáveis...

Maria Emilia Xavier





5 comentários:

Ivana disse...

Que graça seu poema...e essa ilusão merece ficar bem longe da gente, pés nos chão é bem melhor, bjs de uma semana repleta de luz.

RUI disse...

Excelente, Maria Emília, até pela beleza que está contida na simplicidade do Poema!
Gosto do teu "jeitinho" de "dizer" os Poemas...!!!
Boa Semana.
Abração,
RUI

pensandoemfamilia disse...

Bonito seu poema, e um verdadeiro lamento.
bjs

✿ chica disse...

Lindo poema, cheinho de sentimento!beijos,chica e ótimo dia!

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Emília!

É tristinho, mas com muito de verdadeiro, este poema.
Ilusão,falso alimento com que nos iludimos, que nunca nos mata a fome...
Muito bonito; parabéns!

Beijinhos.
Vitor