sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Gostei de você... Gostei sim.

Gostei de você... Gostei sim.
Seu sorriso é encantador
Embora de seu, nem um dente exista
mas que importa ?!...

Gostei de você...Gostei sim.
Sua brilhante cabeça é linda
Embora cabelo, nem um fio exista
mas que importa?!...

Gostei de você...Gostei sim.
Seu corpo tem a pele lisinha
Embora a barriga, nem um pouco durinha
mas que importa?!...

Gostei de você...Gostei sim.
Seus pés são bem perfeitos
Embora o tamanho, nem um pouco pequeno
mas que importa?!...

Gostei de você...Gostei sim.
Quem não gosta de um sorriso sem dentes,
uma cabeça carequinha, um corpo cheio de dobrinhas
e com os pés bem gordinhos?

Principalmente com Pai e mãe para cuidar
E pra eu, só brincar e deseducar?!...
                       Maria Emília Xavier

(Republicação)









CANTINHO DA TROVA

Sopra, sopra vento mau,
  que só me trouxe tristeza.
Tira de mim esse mal...
  Mostra da vida a beleza.
                                            Maria Emília Xavier

Castelos de areia...tantos
na palma das mãos ergui!
   Mas... ruíram seus encantos
entre os sonhos que perdi!
                            Carolina Ramos/SP
 
 
 
   Na garrafa uma mensagem,
que no mar alguém jogou,
abandonada na margem
como amor que se acabou!
                                     Alberto Paco/PR
 
 
 
 
Num cantinho, abandonado,
mas pulsando, ainda, amor,
o coração rejeitado
chora sua grande dor!
                                Gislaine Canales/SC
 
 
 
   
     Contemplo à noite, à janela...
e entre as estrelas e a lua,
eu sinto o perfume dela
que no meu quarto flutua.
                             Francisco Macedo/RN





Minha querida amiga Solange trás beleza em forma de palavras, lá da Holanda, o que nos encanta demais. Faça sempre isso, nossa página fica muito mais bela quando os Poetas que  por aqui passam, deixam um pedacinho da sua alma. Obrigada amiga.

                                          A garrafa eu encontrei
                                          Mas a mensagem o tempo apagou
                                         O tempo apaga tudo
                                         Só não apaga a minha dor!
                                                               Ange                                                                           




11 comentários:

Ivana disse...

Ah! Que bom que apareceu!!! Realmente você andava sumidinha, rsss
E que delícia voltar aqui e encontrar versos, e trovas de emocionar, bjs
Um final de semana maravilhoso pra você,

Ange disse...

A garrafa eu encontrei
Mas a mensagem o tempo apagou
O tempo apaga tudo
Só não apaga a minha dor!

Maria Emília, boa noite!
Obrigada amiga, por suas sempre muito amáveis e generosas palavras.
Como sei que poucos dos meus leitores sabem, que além de rabiscar poema eu curto uma outra paixão que é - fotografar a natureza - venho aqui então lhe convidar para conhecer esta minha outra paixão.
A semana passada deixei um link (para meu blog de imagens) lá na minha página de poesias. Mas vendo que postei hoje um novo texto, o link fica despercebido para os visitantes.
Eu adoraria ver você passeando pela natureza lá na minha página! Aqui fica o convite.
Uma lida noite e um maravilhoso fim de semana para você!
Ange

✿ chica disse...

Que bom te ver e com essa linda poesia..Lindas trovas também...beijos praianos,chica

Anne Lieri disse...

Maria Emilia,eu tb gostei dele!...rss....que fofinho!Linda sua poesia e tb amei as trovas!Bjs,

Toninhobira disse...

Bela poesia com encanto magico.Gosto das trovas que aqui estão belas.Um carinhoso abraço Emilia.

Evanir disse...

A minha amizade por você é tão especial que não saberei explicar em palavras.
Sempre sinto vontade de dizer o quanto é importante contar com amigos (as) como você.
Hoje você já faz parte da minha vida, agradeço a Deus por
ter te encontrado e descoberto com você a verdadeira amizade.
Obrigada por sua preciosa amizade,e que Deus a abençoe cada dia mais.
Um Domigo Feliz e tremendamente abençoado.
Beijos meus no seu coração.
Evanir..
Maravilha de poemas !!

pensandoemfamilia disse...

Retornando das férias e visitando os amigos. Belo poema, provavelmente d e avó para neto.
bjs

Élys disse...

Poesia e trovas encantadoras.
Tenha uma boa semana.
Beijos.

Bruno Gaspari disse...

Oi Maria Emília!
Vim aqui conhecer seu blog
e por gostar já estacionei rs
Parabéns por sua poesia e
bom conteúdo das postagens!
Adorei as trovas e o poema
para o bebê: criativo, sensível
e cheio de amor. Grande abraço!

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Oi, Maria Emília, desculpe demora, espero que seu ano de 2012 esteja e seja de paz. Adorei a imagem do bebê e a brincadeira do texto. Amei as trovinhas também. beijos e lindo dia.

Milton Kennedy disse...

Oi Maria Emília, adorei as trovinhas.
Parabéns.

E obrigado por sua presença lá no blog.

Grande abraço, saúde, inspiração e muita paz!


=D