terça-feira, 20 de março de 2012

Vivendo o Outono...



Figura de  Renata Domagalska


Assim como o Outono faz quando invade a natureza, chega um tempo na vida, que as coisas vão ficando diferentes do que sempre foram.
Não sei se é o olhar que já conhece as artimanhas das estradas por onde caminho...
Não sei se é o sentimento do momento, que esquece de ir embora...
Não sei se é a vida que mostra novos sabores, alguns não tão agradáveis...
Não sei se é o mundo que de repente troca de roupa rápido demais...

Não sei...

Sei que a realidade se torna mais dura e é a companheira que nem sempre queremos, mas a que temos...
Sei que o número de sonhos se torna muito menor, talvez, porque tenhamos a possibilidade de realizá-los enquanto idéias ou pensamentos...
Sei que muitas vezes, enchemos a vida de atividades que têm mais o poder de nos ocupar do que nos dar o prazer antigo...

Sei, sei, sei... mas não consigo me livrar desta nostalgia (tristeza?!... saudade?!...) que vez por outra ocupa meu momento, desestrutura meus planos, pincela com cores pálidas os meus dias ...

                                                                   Maria Emília Xavier











CANTINHO DA TROVA

Menina que lê de Henrique Bernadelli

Perdi a mão e a inspiração.
Vou voltar por onde vim...
quem sabe não foi no chão,
  que as joguei longe de mim?

                        Maria Emilia Xavier


 
 
Nas armadilhas da vida
às vezes, o amor mais lindo,
dá seu recado, e em seguida,
manda um outro, desmentindo.

Alba Cristina C. Neto/SP
 
 
 
Tenho, por certo, em verdade,
bem vivo e, embora, poungente,
que a mais pungente saudade
é aquela de alguém. . . presente!

                            Maurício N. Friedrich/PR
 
 
De compromissos te esquivas
mas é fácil de notar,
que o prazer do qual me privas
vive escrito em teu olhar...
                           Analice Feitoza de Lima
 
Eu confesso hoje, sem medo,
que este amor em mim guardado
não é só o meu segredo,
é também o meu pecado!
                          Clenir Neves Ribeiro – RJ



6 comentários:

✿ chica disse...

Lindo,Maria Emilia.Realmente temos momentos assim...beijos,lindo OUTONO! chica

pensandoemfamilia disse...

Bela metáfora.
Bjs,

Ange disse...

Acredito ser a nostalgia outonal...

Amiga Maria Emília boa noite!
Aqui venho de passagem para lhe saudar!
Estou os últimos dias ausente, por razão de uma forte gripe as últimas semanas tenho acumulado alguns trabalhos que preciso por em dia. Almejo algum tempo livre este fim de semana!
Linda noite minha amiga!
Lembranças
Ange.

Milton Kennedy disse...

Boa noite Maria Emília,
feliz Outono.
Abraços e muita paz interior.

Suzane Weck disse...

Versos realmente muito bonitos.Passei para conhecer teu blog e gostei mesmo.Meu abraço.

✿ chica disse...

Voltei e vi tua foto com o bebê...Como andam as coisas com ele? beijos,chica e que legal ser vovó,né?