sábado, 12 de maio de 2012

Adelaide...Esquecer-te... Como?!

guitar lesson  de Pierre-Auguste Renoir



Saudade... foi o que ficou quando há quinze anos atrás,
num mesmo treze de Maio,
você saiu do palco da vida para a eternidade...
Não adiantaram lágrimas, promessas, desespero...
sua missão estava cumprida e com sucesso absoluto.
Em todos os papéis que a vida lhe apresentou
- Cristã, Mulher, Mãe, Avó, Bisavó e Profissional –
o desempenho mereceu aplausos de pé.
Ah... Mãe, sua ausência
foi aos poucos se transformando
de dor em vazio,
de vazio em tristeza,
de tristeza em solidão
que hoje é minha companheira
nos caminhos por onde a vida me leva.

                                                            Maria Emília Xavier

3 comentários:

✿ chica disse...

Cheguei a arrepiar de emoção! Tão lindas tuas palavras .Saudosas,tristes e lindas!

Beijos,tudo de bom,ótimo domingo das mamães pra ti, apesar d saudade!chica

Leonel disse...

Justa homenagem, cheia de sentimento!
Parabéns a você, pelo Dia das Mães!
Abraços!

pensandoemfamilia disse...

Querida
Suas palavras são lindas e tristes. Elas são eternas em nossos corações,. Para mim ficam boas saudades em recordações.
Espewro que tenha tido um belo dia.