sábado, 11 de dezembro de 2010

JOSÉ CLÁUDIO ADÃO - LEGADO

O meu legado, Maria
Não terá pompa nem hipocrisia
Não comportará heresia
Também não gerará mais-valia
Pois só o que tenho é poesia

Quando for ter contigo, Maria,
Terei já deixado por aqui o melhor que havia
Amor, trabalho e alegria
Poemas e prosas de vária serventia
Menos dinheiro, menos matéria, menos algia

À minha mãe
24/12/1931
18/06/1983..

José Cláudio Adão

4 comentários:

Eduardo Medeiros disse...

oi maria, tudo bem?

mas que belo legado...

um bom fim-de-semana para você.

beijos

maria olimpia alves de melo disse...

Cacá se superou nesse poema. Ficou realmente muito lindo e enquanto o relia (porque sim, eu o reli) fiquei pensando em minha avó Maria. Parabéns pela escolha do texto.

Chica disse...

Maravilhosa poesia e homenagem do Cacá à sua mãe...Linda!

um beijo e tudo de bom,chica

Mgomes - Santa Cruz disse...

Maria: Lindo legado de Jose Cláudio. adorei, ja estou de volta e muito feliz contudo o que se passou comigo Ordenação a Diacono, casamento do filho e baptizado do neto.
Beijos
Santa Cruz