domingo, 27 de março de 2011

REENCONTRO...


Banhada pelo olhar do luar,
descalça saboreando da terra a sua energia,
quedei ao olhar às estrelas...
E,  entre o céu e a terra,
 me encontrei...
A magia desse encontro
momento lindo,
promovido pelo meu Deus,
em lágrimas, me levou
ao infinito de mim mesma  ...


Maria Emilia Xavier


Noite de 24/03/2011

10 comentários:

Andre Mansim disse...

Puxa Emilia que leindo o texto com essa musica de fundo!

Leonel disse...

Cantos Gregorianos, como fundo musical?
Linda poesia!
Tenha um bom domingo!

Shirley disse...

Esses raros encontros com o Eu interior, são maravilhosos e inexplicáveis. Lindo poema, Maria Emília. Paz profunda!

chica disse...

Maravilhoso!!1Emocionante! um beijo,tudo de bom,chica

Juci Barros disse...

E é maravilhoso quando sabemos que não temos tamanho...

Beijos.

José Sousa disse...

Olá querida Maria Emila!
Que bélo poema escreves-te para nós, gostei muito, vou-te seguir!

Vai até aos meus blogues, principalmente no novo! Deixa lá o teu comentário.

http.transpondo-barreiras.blogspot.com

Um grande beijo.

Nuvembranca disse...

Emocionante reencontro. O mais belo de todos. Parabéns Maria, linda página.

ju rigoni disse...

Um reencontro marcado por lindas imagens poéticas. Tão difícil é quando nos perdemos do eu comigo...

Bjs, querida. Uma boa semana. E inté!

Amapola disse...

Boa tarde, querida amiga Maria Emília.

Lindo o seu poema. Esse encontro com a gente mesma, pode nos surpreender e nos trazer alegria.

Adoro canto Gregoriano. Faz parte das cerimonias católicas de antigamente, na minha cidade. Era deslumbrante!!

Um grande abraço.
Tenha um lindo dia de paz e amor.

Graça Pereira disse...

Nem toda a gente tem a felicidade de se encontrar a si própria...talvez só os puros de coração como tu!
Mil beijos
Graça