terça-feira, 10 de maio de 2011

FALTA SUA RIMA...

Três noites sem você...
Madrugadas insossas.
Sem motivo pra lembrar...
sem verso pra escutar...
sem tema pra sonhar...
o sono custa a chegar.
Na cama falta sua rima
- que me aquece e me acalma,
qual canção de acarinhar -
pra ao sono eu me entregar
e contigo sonhar...

Maria Emilia Xavier

10 comentários:

✿ chica disse...

LINDO!!!bela saudade aqui...E que imagem mais apropriada...beijos,lindo dia!chica

pensandoemfamilia disse...

Que imagem forte, sentimentos românticos da ausência.
bjs

Gilson Faustino Maia disse...

No trato com a saudade e contra a insônia, muitos gostariam, mas não conseguem, dizer tudo o que você disse com um poema relativamente pequeno. Parabéns! A imagem assina o seu tema com muita perfeição. Mu abraço.

Cacá - José Cláudio disse...

Imensidão é o tamanho que uma ausência saudosa deixa a gente a medir sozinho. Belo poema, Maria Emília! Meu abraço. paz e bem.

Claúdia Luz disse...

Boa noite !!

Adorei !! Palavras perfeitas !!

Queria agradecer as palavras carinhosas . Fiquei muito feliz que tenha gostado . Obrigada de coração !

Uma noite cheia de LUZ !! Mil beijos!

ॐ Shirley ॐ disse...

Tres noites de espera é muito...Mas, logo essa angústia deixará de existir, querida Maria Emília. Obrigada e beijos!

Leonel disse...

Lindos versos, imagem sugestiva mas o que me fisgou mesmo foi voltar a ouvir Misty, na voz de veludo de Johnny Mathis!
Obrigado, Maria Emília!
Abraços!

ju rigoni disse...

Belos versos, amiga. Sem rima, perdemos até mesmo o rumo dos sonhos.

Bjs, querida. E inté!

Mgomes - Santa Cruz disse...

Maria: lindo verso mas tres noites a espera é muito tempo, essas saudades dão para escrever coisas lindas.
Beijos
Santa Cruz

Paulo Medeiros disse...

Já já a rima vai surgir ali na esquina do verso, de preferência uma rima rica!
Beijos Maria Emilia.